Início POLÍTICA Ossufo Momade desvaloriza eventual candidatura presidencial de Henriques Dhlakama

Ossufo Momade desvaloriza eventual candidatura presidencial de Henriques Dhlakama

393
0
COMPARTILHE

O Presidente da Renamo, Ossufo Momade, considera que a eventual candidatura do filho mais velho de Afonso Dhlakama, Henriques Dhlakama, às eleições presidenciais de 2024, não abala a sua formação política, pelo que encoraja-o a seguir em frente.

“Não temos nenhum problema em relação à decisão que ele [Henriques Dhlakama] tomou. Isso não representa nenhuma ameaça ao partido, até porque ele é um cidadão livre de fazer o que bem entender”, defendeu Ossufo Momade, citado pela Deutsche Welle (DW).

De acordo com a publicação alemã, Momade teceu este comentário, no último sábado, na cidade de Nampula, durante a sua deslocação às províncias da Zambézia, Niassa e Nampula, para uma visita de cinco dias.

Lembre-se, Henriques Afonso Dhlakama, filho mais velho do antigo líder da Renamo (perecido a 03 de Maio de 2018, na Serra da Gorongosa), anunciou, na última sexta-feira, através da sua página no Facebook, a sua candidatura às eleições presidenciais de 2024.

Dhlakama argumenta que se candidata contra a corrupção e outros males que assolam o nosso país. Considera que Moçambique está atrasado em mais de 50 anos e desprotegido face a novos desafios. “As nossas instituições são corruptas e atrasadas. Moçambique não soube nem sabe desenvolver os seus recursos valiosos, entre os quais a população moçambicana. Estamos à beira de um enorme precipício e é altura de os moçambicanos reagirem com a ferocidade que se lhes conheceu ao longo de toda a sua história”, diz Dhlakama.

Refira-se que Henriques Dhlakama começou por anunciar, no passado dia 31 de Agosto, a sua participação activa na vida política, partidária e nacional, em prol do interesse nacional, alegando que a mesma “surge na sequência das divisões políticas no seio da Renamo, que se arrastam; dos desenvolvimentos políticos e de segurança internos no último ano, seguidos de perto com extrema apreensão, bem como de uma multiplicidade de contactos, pedidos internos e externos para intervenção pública enquanto representante do legado de Dhlakama e legítimo e desejado mediador no urgente processo de pacificação interna”.

Henriques Dhlakama, sublinhe-se, é o primeiro a anunciar publicamente a sua candidatura à presidência da República, em 2024, faltando saber-se que formação política irá suportar a sua candidatura. Por seu turno, Ossufo Momade poderá ser o candidato natural da Renamo, tal como Daviz Simango, presidente do Movimento Democrático de Moçambique (MDM). Já a Frelimo, partido no poder, poderá anunciar o seu candidato depois da realização do seu XII Congresso, em princípio a ser realizado em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here